5595-47966519-1-PB.pdf (311.18 kB)
Download file

Devemos civilizar o consimismo: entrevista com Gilles Lipovetsky

Download (311.18 kB)
journal contribution
posted on 11.03.2021, 14:15 by Sandra Sanches, Mirella De-Menezes-MigliariMirella De-Menezes-Migliari, Lucia Santa Cruz
Responsável por divulgar o conceito de hipermodernidade para caracterizar os tempos contemporâneos, em que as principais ideias da modernidade, entre as quais o individualismo, estão exacerbadas, o filósofo francês Gilles Lipovetsky tornou-se conhecido também por considerar o consumo como uma das facetas da autonomia e por estudá-lo sem um viés negativo. Desde que propôs uma nova visão da moda, em seu livro “O império do efêmero”, de 1987, enxergando-a não apenas como elemento de distinção, mas também de liberdade e autoexpressão dos indivíduos, Lipovetsky tem lançado reflexões que funcionam como provocações. Nesta entrevista, concedida no dia 22 de outubro de 2017, logo após participar de um evento sobre educação no Rio de Janeiro, ele comenta alguns temas como o hiperconsumo, os paradoxos da moda, a relevância da aparência, o paradoxo da leveza e o papel das mulheres na contemporaneidade. E levanta ainda questões sobre os limites do consumismo e as tendências em torno da economia do compartilhamento, destacando a necessidade de a sociedade caminhar na direção de uma ecologia do espírito.

History

School

  • Design and Creative Arts

Department

  • Design

Published in

Trama: indústria criativa em revista

Volume

6

Issue

1

Pages

218 - 227

Publisher

Estácio de Sá University - UNESA

Version

VoR (Version of Record)

Rights holder

© The Authors

Publisher statement

This is an Open Access Article. The publisher's website is at: http://revistaadmmade.estacio.br/index.php/trama/index

Publication date

2018-07-01

ISSN

2447-7516

Language

other

Depositor

Dr Mirella De Menezes Migliari. Deposit date: 10 March 2021